Plmx Park

Motocross, Velocross, Oficina e Bar.
Aberto de segunda a sábado, das 9h as 18h

Month: outubro 2014

Monster CUP

Trey Canard e Davi Millsaps brilham na Monster Cup 2014

millsaps

 

Foi mais uma noite inesquecível para os amantes do supercross. A Monster Energy Cup 2014, quarta edição do evento, apresentou outro espetáculo dentro e fora das pistas, com boas corridas, show de luzes, fogos, freestyle, música e adrenalina. Trey Canard venceu duas baterias e Davi Millsaps, estreando pela Kawasaki, ganhou a outra. Na soma das três corridas, Millsaps levou a melhor e garantiu o prêmio de 100 mil dólares (se Canard tivesse vencido também a terceira, ganharia um milhão de dólares).

Canard esteve muito próximo de vencer as três baterias. Depois de ganhar as duas primeiras, brigava pela liderança da terceira prova quando caiu. Durante sua tentativa de recuperação, caiu outra vez e acabou a última corrida da noite em oitavo, o que o jogou para terceiro na classificação final do evento.

A grande ausência da noite foi de James “Bubba” Stewart. Campeão da MEC em 2013, Bubba apareceu no Sam Boyd Stadium, em Las Vegas, com a placa de número #1 em sua moto, mas ficou fora das corridas por causa da suspensão imposta pela FIM – Federação Internacional de Motociclismo – em decorrência do seu caso de doping durante o AMA Supercross – relembre aqui.

Ken Roczen também ficou fora das disputas. Havia esperanças que o alemão fizesse sua estreia pela RCH Suzuki em Las Vegas, mas ele estava do outro lado do país, participando de uma feira (AIMExpo) em Orlando, na Flórida, divulgando a nova GoPro Hero 4.

Por outro lado, alguns pilotos fizeram suas primeiras aparições em competições oficiais nos Estados Unidos nesta noite. Foram os casos de Blake Baggett pela Yoshimura Suzuki, Zach Osborne e Jason Anderson pela Husqvarna, Justin Hill e Dean Wilson pela KTM, e Justin Barcia pela Yamaha.

Nas categorias “amadoras”, Mitchel Falk, da KTM, ganhou as duas baterias da Super Mini (classe que o brasileiro Enzo Lopes foi convidado a participar), enquanto Aaron Plessinger, da Yamaha, faturou as duas corridas da classe Amateur All Star (motos de 250cc), e Preston Masclangelo ganhou a corrida de 50cc da KTM. Veja os resultados mais abaixo!

 


Red Bull Straight Rhythm 2014

Resultados, fotos, informações sobre tudo o que aconteceu no sábado, 4

James Stewart - Action

O inovador Red Bull Straight Rhythm saiu do papel para entrar para a história no último sábado, 4, em Pomona, na Califórnia. Uma espécie de supercross em linha reta, sem curvas, inaugurou algo como um “arrancadão” do SX. A pista tinha 800 metros de extensão e 80 saltos. Os vencedores foram James “Bubba” Stewart na categoria Open, e Marvin Musquin na classe das 250.

Como num “arrancadão”, as disputas eram piloto contra piloto em formato eliminatório melhor de três corridas. Para avançar, um piloto deveria ganhar do outro pelo menos duas vezes em uma série de três arrancadas.

Entre tantas disputas, algumas chamaram a atenção, como a Josh Hansen X Travis Pastrana e sua RM-Zilla dois-tempos 500cc (com vitória de Hansen), ou Dean Wilson e sua nova KTM versus o veterano Grant Langston, ou ainda a batalha entre os irmãos James Stewart e Malcolm Stewart na semifinal. Por fim, a final da classe Open aconteceu entre Bubba e Justin Brayton, que estreou pela equipe BTO KTM. Vitória de Bubba por 2 a 0.

A batalha entre Hansen e Pastrana foi uma das mais emocionantes. Depois de Hansen ganhar a primeira corrida, Pastrana venceu a segunda largada e mandou um BACKFLIP na última rampa para comemorar! Depois, na terceira e decisiva corrida, acabou perdendo.

– Não tenho mais o tempo, a técnica e a velocidade de antes, mas foi muito divertido entrar na pista e ser competitivo. Foi uma grande experiência voltar à moto, numa dois-tempo, e pilotar pela primeira vez uma 50cc. Foi maravilhoso – disse Pastrana.

Na semifinal, se a batalha entre irmãos chamou a atenção de um lado, do outro o duelo de estreantes pela KTM levantou o público. Dean Wilson e Justin Brayton travaram uma bela batalha.

Muito rápido nas costelas, Brayton levou a melhor depois de perder a primeira corrida e ganhar as duas últimas para ir à final contra JS7. Na decisão, Bubba confirmou o favoritismo e manteve os 100% para ficar com o troféu. O piloto da Yoshimura Suzuki ganhou todas as batalhas do dia!

– Foi muito mais difícil do que eu imaginava. Ao longo do dia, os caras foram muito rápidos. Tinha algumas seções que eu achava que não conseguiria fazer, mas de alguma maneira eu fiz. Mal posso esperar para ver isso na TV – disse Bubba.

:: Resultados da Open
straight-rhythm-open-results

Musquin comanda categoria 250

  A 250 foi amplamente dominada pelos grandes times – Red Bull KTM, Geico Honda e TLD KTM -, com destaque para Marvin Musquin, que acabou campeão ao final do evento após mostrar uma excelente adaptação ao estilo de competição. Ele fez a final contra seu novo companheiro de time, Justin Hill que, nos treinos, chegou a fazer melhores tempos que o francês em algumas ocasiões. Na final, porém, foi Musquin o dominador mais uma vez, ganhando as duas corridas para celebrar no fim com um heelclicker, o que já é uma marca sua. Confira os resultados da 250! straight-rhythm-250-results