Plmx Park

Motocross, Velocross, Oficina e Bar.
Aberto de segunda a sábado, das 9h as 18h

Month: março 2016

Dungey é penalizado e Jason Anderson vence 11ª etapa do AMA Supercross 2016. Veja os melhores momentos!

jasonanderson_amasx_detroit

A 11ª etapa do AMA Supercross 2016, realizada em Detroit na noite deste sábado, 19, teve um final inusitado. Depois de vencer a corrida após 20 voltas, Ryan Dungey foi penalizado em duas colocações por saltar em uma “bandeira médica”, aquela com uma cruz vermelha. Assim, Jason Anderson, que havia terminado a prova em segundo, ganhou a primeira colocação, e Marvin Musquin, que havia ficado em terceiro, herdou o segundo posto. E Dungey acabou, de fato, em terceiro. Mesmo assim, “The Diesel” manteve a dianteira do campeonato.

Na 250, Malcolm Stewart chegou a sua primeira vitória na temporada e assumiu a liderança do campeonato. Ele ainda contou com uma noite ruim de Jeremy Martin, que terminou apenas em 13º e somou apenas oito pontos.

Outro destaque na 250 foi o desempenho de Martin Castelo, piloto equatoriano treinado por Juan Luis Torres,conhecido mecânico que já trabou no Brasil com Balbi Junior, Jetro Salazar, Machito, e inclusive já escreveu colunas aqui no BRMX. Castelo fez sua estreia no AMA Supercross nesta noite e já conseguiu seu primeiro pontinho com a 20ª colocação no Main Event. Ele se classificou à final na LCQ (repescagem) com a segunda colocação.

E já que estamos citando os latinos, Martin Davalos – que também é natural do Equador – voltou a correr neste sábado após ficar fora da rodada passada, que aconteceu no Canadá e o piloto da Rockstar Energy Husqvarna não participou por suspeita de estar com o visto norte-americano vencido. Voltou e conquistou a quinta colocação da etapa.

Além deles, Anthony Rodrigues, que é venezuelano também correu a etepa. A-Rod terminou em 11º e agora ocupa a 17ª posição no campeonato. Latinada invadindo o AMA SX :)