Plmx Park

Motocross, Velocross, Oficina e Bar.
Aberto de segunda a sábado, das 9h as 18h

Red Bull X-Fighters 2014 – 4ª etapa – Munique – Alemanha

Red Bull X-Fighters 2014 – 4ª etapa – Munique – Alemanha

Josh Sheehan vence etapa e disputa pelo título segue apertada para a final
Fotos: Sebastian Marko, Andreas Langreiter, Daniel Grund, Armin Walcher, Flo Hagena


O lago olímpico de Munique, na Alemanha, foi palco da quarta e penúltima etapa do Red Bull X-Fighters 2014. Um inédito e incrível circuito flutuante foi construído para a realização do evento que reuniu cerca de 18 mil fãs às margens do lago.

A cada etapa que passa o sarrafo sobe um pouquinho mais alto, exigindo dos pilotos um nível de técnica e precisão cada vez mais apurado. Lembrando que os atletas não podem deixar de lado o arrojo e a criatividade na execução das manobras.


Josh Sheehan


Nesta etapa o atual campeão viu suas chances de renovar o título praticamente anuladas. Thomas Pagés errou um de seus giros patenteados no quarter pipe e com a moto danificada perdeu a chance de avançar na etapa.

O jovem piloto da casa Luc Ackermann, de apenas 17 anos, aproveitou a oportunidade para chegar à semi-final. Com o apoio da torcida fez uma bela apresentação contra o experiente Taka Higashino, mas o japonês fez uma volta mais limpa e consistente, incluindo o California Roll, que lhe garantiu pontos para ir à final.


Taka Higashino


A outra semi-final teve um duelo da Oceania. O neozelandês Levi Sherwood contra o australiano Josh Sheehan. Sherwood, também conhecido como garoto elástico, fez mais uma de suas apresentações beirando a perfeição, com extensões que só ele consegue alcançar. Porém Sheehan vem a cada etapa empurrando os limites para ainda mais longe. Com um Flair e um Double Backflip garantiu o voto dos jurados para avançar à final.


Levi Sherwood


Na final entre Higashino e Sheehan ambos mostraram o que de melhor tinham em seus repertórios de manobras, mas outra vez o giro duplo do australiano fez a diferença na pontuação. Com a vitória, Sheehan se aproxima de Sherwood na classificação geral, a apenas cinco pontos. Na prática isso é quase um empate. Quem chegar na frente na grande final na África do Sul, dia 23 de agosto, fatura o título da temporada.


Assista ao vídeo do evento na MotoX TV


Resultados Munique

1. Josh Sheehan (AUS)
2. Taka Higashino (JPN)
3. Levi Sherwood (NZL)
4. Luc Ackermann (GER)
5. Thomas Pagès (FRA)
6. Dany Torres (ESP)
7. Rob Adelberg (AUS)
8. Clinton Moore (AUS)
9. Adam Jones (USA)
10. Rémi Bizouard (FRA)
11. Brody Wilson (USA)  

Eli Tomac vence as duas baterias da oitava etapa do AMA Motocross 2014 na classe 450

eli_tomac_450_moto_2_spring_creek_rice_5519_600

 

Eli Tomac viveu uma tarde perfeita neste sábado, 19, em Sprink Creek, pela oitava etapa do AMA Motocross 2014. O piloto Geico Honda venceu as duas baterias da categoria 450 e mostrou que se não fosse a lesão na clavícula no início da temporada, estaria disputando ponto a ponto o título com Ken Roczen e Ryan Dungey.

Na primeira bateria, ele e Roczen protagonizaram um estonteante duelo (veja o vídeo abaixo), relembrando os tempos de 250. Dungey fez o holeshot, seguido de Roczen, que assumiu a liderança ainda na primeira volta, dando pinta de que venceria mais uma. Tomac estava em terceiro e contou com um pequenotombo de Dungey para assumir o segundo posto e iniciar a caça ao alemão.

- Depois que ele me passou, pensei que estava de bom tamanho aquele segundo lugar – disse Roczen após a bateria.

A segunda bateria teve duas largadas, e Tomac saiu na frente as duas vezes – a primeira largada foi cancelada por causa um problema no funcionamento do gate. Na primeira volta, Tomac foi ultrapassado por Justin Brayton, mas logo se recuperou e retomou a ponta. Dungey então assumiu a segunda colocação e ali se manteve até o fim, chegando a ameaçar Tomac um pouco no começo, até cometer um erro e perder segundos preciosos.

:: Melhores momentos

 

:: Largadas

 

:: Roczen X Tomac – 1ª bateria

 

:: Tomac passa Brayton – 2ª bateria

 

:: Resultado da 450 – soma das baterias
1. Eli Tomac (1-1)
2. Ryan Dungey (3-2)
3. Ken Roczen (2-4)
4. Trey Canard (4-3)
5. Josh Grant (5-5)
6. Brett Metcalfe (6-6)
7. Andrew Short (9-7)
8. Weston Peick (8-8)
9. Fredrik Noren (11-10)
10. Matt Goerke (12-11)

Cairoli e Herlings vencem fácil na Finlândia, pela 13ª etapa do Mundial de Motocross 2014

CairoliSat_MXGP_13_FIN_2014

A 13ª etapa do Mundial de Motocross 2014 foi, como a maioria das corridas de Mundial nos últimos dois anos, dominada pelo italiano Antonio Cairoli na MXGP e pelo holandês Jeffrey Herlings na MX2. As corridas aconteceram em Hyvinkaa, na Finlândia, neste domingo, 13 de julho.

Ambos os pilotos da Red Bull KTM venceram suas baterias, apesar da pista ter sido considerada bastante difícil, com muita variação de terrenos, o que obrigou pilotos e equipes trabalharem bastante nos acertos de suspensão e pneus.

>>> Confira a classificação do campeonato

Esta foi a sétima vitória em GPs neste ano de Atonio Cairoli. O francês Steven Frossard, da Monster Energy Kawasaki, voltou a ter bom desempenho e terminou na segunda colocação. O pódio se completou com o belga Kevin Strijbos, da Rockstar Energy Suzuki, compondo um pódio bem eclético em termos de patrocinadores.

O belga Jeremy van Horebeek, da Monster Energy Yamaha, que figurou em 11 pódios na temporada, sofreu uma queda na segunda bateria, teve que parar no pitlane para consertar a roda dianteira, e mesmo assim somou 2-10 na rodada, ficando com a quarta colocação na etapa.

Já o australiano Dean Ferris, que estreou pela Red Bull Ice One Husqvarna depois de voltar de lesão sofrida na temporada de supercross nos Estados Unidos, mostrou boa performance e conquistou a sexta posição na soma das baterias, fazendo 7-5 nas corridas.

Clement Desalle, belga da Rockstar Energy Suzuki, ficou fora da rodada por conta de dores no corpo ocasionadas por causa de uma queda na rodada passada, na Suécia. Assim, o piloto praticamente dá adeus às chances de brigar pelo título.

A 14ª rodada do Mundial será dia 27 de julho, em Loket, na República Tcheca.

:: MXGP – soma das baterias
1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 50 pontos;
2. Steven Frossard (FRA, KAW), 42 p.
3. Kevin Strijbos (BEL, SUZ), 34 p.
4. Jeremy Van Horebeek (BEL, YAM), 33 p.
5. Maximilian Nagl (GER, HON), 32 p.
6. Dean Ferris (AUS, HUS), 30 p.
7. Shaun Simpson (GBR, KTM), 29 p.
8. David Philippaerts (ITA, YAM), 24 p.
9. Rui Goncalves (POR, YAM), 23 p.
10. Matiss Karro (LAT, KTM), 21 p.

.
:: MX2 – soma das baterias
1. Jeffrey Herlings (NED, KTM), 50 pontos;
2. Tim Gajser (SLO, HON), 40 p.
3. Jordi Tixier (FRA, KTM), 40 p.
4. Dylan Ferrandis (FRA, KAW), 31 p.
5. Christophe Charlier (FRA, YAM), 29 p.
6. Romain Febvre (FRA, HUS), 28 p.
7. Julien Lieber (BEL, SUZ), 27 p.
8. Valentin Guillod (SUI, KTM), 26 p.
9. Jose Butron (ESP, KTM), 24 p.
10. Aleksandr Tonkov (RUS, HUS), 24 p.

:: Melhores momentos

 


Thomas Pagès vence batalha épica em Madrid no Red Bull X-Fighters 2014

Depois de começar devagar na temporada no Red Bull X-Fighters, Thomas Pàges voltou a Las Ventas no último dia 28 e mostrou sua fúria. O francês teve que tirar uns truques da cartola para fazer história em Madrid, e fez, mandando o primeiro “bike flip” da da história da competição.

Tomas Pàges é um piloto imprevisível, e no último dia 28 ele estava totalmente afiado para reivindicar o primeiro lugar na 13ª edição do Red Bull X-Fighters em Madrid. E esta foi, diga-se de passagem, uma das maiores batalhas já vistas na história do maior evento de freestyle do mundo. Pàges foi o melhor dos melhores, assumindo o lugar mais alto do pódio com o bike flip que todos esperavam.

:: Melhores momentos

 

 :: Resultados finais em Madrid

1. Thomas Pagès (FRA)
2. Josh Sheehan (AUS)
3. Levi Sherwood (NZL)
4. Dany Torres (ESP)
5. Taka Higashino (JPN)
6. Maikel Melero (ESP )
7. Clinton Moore (AUS)
8. Mat Rebeaud (SUI)
9. Rob Adelberg (AUS)
10. Libor Podmol (CZE)
11. Rémi Bizouard (FRA)
12. David Rinaldo (FRA)

Calendário do Brasileiro de Motocross

 

calendário brasileiro mx

A Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) acaba de anunciar mais uma mudança nas datas do Brasileiro de Motocross 2014. A etapa de Paty do Alferes, Rio de Janeiro, que estava programada para o dia 3 de agosto, será no dia 31 de agosto.

Assim, a etapa de Canelinha, Santa Catarina, passa a ser a terceira rodada do campeonato. O evento está previsto para ocorrer nos dias 16 e 17 de agosto, no tradicional motódromo Arthur Jacowicz, a 70 quilômetros de Florianópolis, capital do estado.

Etapas do Brasileiro de Motocross

17 de agosto – Brasileiro MX: 3ª etapa – Canelinha – SC
24 de agosto – Folga
31 de agosto – Brasileiro MX: 4ª Etapa – Paty do Alferes – RJ
7 de setembro – Mundial MX: 16ª etapa – Trindade – GO
14 de setembro – Brasileiro MX: 5ª Etapa – Limeira – SP
21 de setembro – Brasileiro MX: 6ª Etapa – Campo Grande – MS

AMA EnduroCross

EnduroCross 2014 – 3ª etapa – Sacramen

Colton Haaker conquista vitória sólida superando Cody Webb 

Colton Haaker

Taddy Blazusiak

O AMA EnduroCross chegou a Sacramento, na Califórnia, para sua terceira etapa no último sábado (21). Os pilotos enfrentaram uma pista clássica da modalidade, com toras de madeira e pedras pelo caminho. Os desafios renderam tombos e algumas trapalhadas durante a noite, mas o que prevaleceu foi a técnica das principais estrelas da modalidade. Na largada da corrida principal, Cody Webb saiu na frente com Colton Haaker atrás, brigando pela liderança. A ultrapassagem veio depois da terceira volta. Ocupando a terceira colocação, Taylor Robert seguia a dupla esperando uma chance para avançar. Quem vinha mais atrás era Taddy Blazusiak, na quarta posição. O polonês, que chegou embalado pela vitória na etapa doXGames em Austin, foi ao chão na primeira curva ao se enroscar com outra moto e partiu do 11º lugar. Quando as rodas de Webb e Robert se tocaram, Blazusiak se aproveitou da situação para assumir a terceira colocação. Robert caiu para a quarta colocação, ficando à frente de Cory Graffunder, enquanto Webb manteve a vice-liderança. Com boa vantagem, Haaker confirmou o lugar mais alto do pódio e festejou muito a vitória. Durante a prova final, o norte-americano tirou proveito dos tombos dos concorrentes para ampliar a vantagem na frente. “Estive trabalhando tanto para conquistrar outra vitória. É preciso muito trabalho para fazer isso acontecer. A largada foi tão maluca que todo mundo estava grudado e eu sabia que tinha que ficar em pé para ter chance de vencer”, comentou Haaker.

Na briga pelo título, apenas três pontos separam os líderes: Webb tem um ponto de vantagem sobre Haaker e três sobre Blazusiak. Entre as mulheres, Morgan Tanke de apenas 17 anos, venceu. A piloto assumiu a liderança ainda na primeira volta, empurrando Tarah Geiger para a briga com o pelotão. O pódio só foi definido na última volta, quando Changelle Bykerk, defensora do título, ultrapassou Rily Elinger na briga pela segunda posição. Rachel Gutish conquistou o quarto posto, deixando Geiger logo atrás, na quinta colocação.VídeoA próxima cidade a receber a competição será Atlanta no dia 23 de agosto. Resultados da etapa Categoria Masculina 1. Colton Haaker – Honda 2. Cody Webb – Beta 3. Taddy Blazusiak – KTM 4. Taylor Robert – KTM 5. Cory Graffunder – KTM 6. Mike Brown – Husqvarna 7. Max Gerston – Beta 8. Geoff Aaron – KTM 9. Gary Sutherlin – KTM 10. Ty Tremaine – KTM 11. Kyle Redmond – KTM 12. Bobby Prochnau – KTM 13. Wally Palmer -Christini Categoria Feminina 1. Morgan Tanke – KTM 2. Changelle Bykerk – KTM 3. Rily Ellinger – KTM 4. Rachel Gutish – KTM 5. Tarah Geiger – KTM 6. Lexi Pechout – Sherco 7. Melissa Harten - Gas Gas 8. Megan Griffiths – KTM 9. Brianna Vinsonhaler – KTM 10. Megan Blackburn – Kawasaki Classificação geral do campeonato Categoria Masculina 1. 2 Cody Webb, 71 2.10 Colton Haaker, 70 3. 1 Taddy Blazusiak, 68 4. 33 Taylor Robert, 49 5. 118 Cory Graffunder, 44 6. 4 Geoff Aaron, 40 7. 15 Max Gerston, 36 8. 3 Mike Brown, 34 9. Bobby Prochnau, 34 10. 324 Gary Sutherlin, 31 Categoria Feminina 1. 3 Morgan Tanke, 45 2. 1 Chantelle Bykerk, 37 3. 2 Rachel Gutish, 36 4. 621 Rily Ellinger, 32 5. 151 Lexi Pechout, 31 6. 68 Tarah Gieger, 30 7. 11 Melissa Harten, 27 8. 0 Kacy Martinez, 25 9. 50 Shelby Turner, 22 10. 143 Megan Griffiths, 13

Suspensão trabalhando em camera lenta

Alguns anos atrás a Pirelli disse em uma de suas campanhas publicitárias “Potencia não é nada sem controle! Claro que ela estava vendendo seu peixei “pneus”, mas a verdade é que sem um bom acerto nas suspensões, mesmo os pneus mais caros não serão muito eficientes. Assistam este vídeo, e vejam o magnifico trabalho das suspensões no Red Bull Romaniacs.   http://www.youtube.com/watch?v=AhJrD88FTdU Fonte: Red Bull Romaniacs – Official Youtube Channel Soundtrack: AWOLNATION, Knights Of Shame Instrumental, Red Bull Records

Olá, nosso site esta desenvolvimento.

Bem-vindo a Plmx Park, nosso site esta em desenvolvimento e algumas áreas ainda não estão funcionando muito bem.

Pedimos desculpa pelo transtorno, mas esperamos que volte em breve, para acompanhar as novidades sobre as pistas, oficina e o campeonato de velocross 2014.

 

#Braapppppppppp p